Ocorreu na última quinta-feira (20/07) no Centro Cultural em Campo Novo de Rondônia o encerramento da Operação Cinquentenário do Projeto Rondon que trouxe ao nosso município atividades voltados aos multiplicadores como professores, agentes de saúde e gestores  e  à comunidade. Operação que obteve apoio da Prefeitura Municipal e do prefeito Oscimar Ferreira, juntamente com os secretários municipais.

A Operação ‘Rondônia Cinquentenário’ aconteceu em 15 municípios e distritos de Rondônia, dentre eles Campo Novo de Rondônia, que recebeu duas equipes bem capacitadas que chegaram no domingo (09/07) e estiveram 12 dias realizando ações de sustentabilidade para melhorar a convivência da população.

Na primeira semana os rondonistas visitaram os distritos Rio Branco, Vila União,  Três Coqueiros  e a Área indígena Uru-Eu-Wau-Wau levando seus conhecimentos através de oficinas de artesanato, meio ambiente, compostagem, aproveitamento de alimentos, fossa séptica e entre outros. Na segunda semana nos dias 17 à 20 de julho eles trabalharam com os servidores da educação e da saúde levando palestras e trocas de saberes, fomentando o conhecimento de nossos profissionais.

Projeto Rondon

O Projeto Rondon teve início em 1967, sua primeira operação foi realizada em Rondônia com 30 alunos participantes e dois professores coordenando. Em 1989 as atividades foram encerradas, voltando somente em 2005 coordenado pelo Ministério da Defesa.

O Rondon é uma ação governamental que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior e governos estaduais e municipais, visa desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente, aquelas relacionadas com a melhoria do bem estar social e a capacitação da gestão pública.

O Projeto busca ainda consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social e coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

Sem comentários.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Requerido(*).