Recomposição salarial beneficiará mais de 530 servidores ativos e inativos

O Prefeito Oscimar encaminhou  em regime de urgência nesta quinta-feira (26) à Câmara Municipal, Projeto de Lei que reajusta em 8,65% o salário dos servidores públicos do município. O reajuste será retroativo ao mês de janeiro do corrente ano, e sendo aprovado na Câmara Municipal, será pago na folha de pagamento de Maio/2018.

Na contramão da crise o município tem mantido os salários dos funcionários, cerca de 530 servidores, ativos e inativos, serão beneficiados e poderão contar com reajuste que é baseado no INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor publicado pelo IBGE e referente ao cumulado de 2016 e 2017 e já será implementado no mês de maio.

O valor está acima do reajuste do salário mínimo (1,81%) e também do percentual anunciado pelo governo federal para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) – que foi de 2,07%.

Considerando a crise econômica, que ainda não foi superada, apontando uma leve tendência de estabilização, porém, sem um crescimento significativo previsto para o segundo semestre deste ano, a concessão do reajuste de 8,65% é, sem dúvida, fator importante para a reversão da crise e para injeção de novos recursos na economia local. Um dos maiores percentuais já concedidos, comprovando que, apesar da dificuldade financeira, a administração valoriza os servidores públicos.

Veja o Projeto de Lei

Prefeitura reajusta piso salarial de Professores

O Prefeito Oscimar encaminhou nesta quinta-feira (26) à Câmara Municipal Projeto de Lei que reajusta em 6,81% o piso salarial do magistério de toda a rede municipal. O reajuste sendo aprovado nesta sexta-feira pela Câmara, será pago na folha de pagamento de Abril/2018.

O reajuste é bem maior que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que ficou com alta de 3,35%.

O município de Campo Novo de Rondônia está entre os poucos municípios brasileiros que pagam o piso nacional salarial profissional à categoria do magistério.

O reajuste de 6,81% anunciado hoje pelo prefeito atende ao estabelecido na Portaria Interministerial nº 1.595/2017 que atualiza o valor do piso do magistério público da educação básica para o exercício de 2018.

“É nosso compromisso com a categoria, entendemos que é um investimento primordial para para o desenvolvimento da educação no município”, disse o prefeito.

“Educação é um pilar que sustenta o desenvolvimento do município e deve ser fortalecido com profissionais comprometidos e uma gestão administrativa com planejamento e transparência”, completou a Secretária de Educação Wilma Aparecida Ferreira.

Veja o Projeto de Lei

PORTARIA N° 005/2018 IPECAN

CONCEDE FÉRIAS A SERVIDORA SOLANGE DOS
SANTOS INÁCIO, E DA OUTRAS PROVIDENCIAS.
Izolda Madella, Superintendente do IPECAN – Instituto de
Previdência dos Servidores Públicos do Município de Campo Novo de
Rondônia, Estado de Rondônia, no uso de suas atribuições legais que
lhe confere a Portaria n°007/2017-GAB/PMCNR,
Resolve,
Art. 1° Conceder férias a servidora Solange dos Santos Inácio,
Diretora Administrativa e Financeira do Instituto de Previdência
Social de Campo Novo de Rondônia, para o gozo no período de
02/05/2018 a 25/05/2018 e 01/06/2018 a 05/06/2018. Referente ao
período aquisitivo de 14/03/2017 a 13/03/2018.
Art. 2° Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

IZOLDA MADELA
Superintendente do IPECAN

Publicado no Mural de Editais no Átrio da Prefeitura Municipal
no dia_______/_______/_________.

PORTARIA N°005-2018

Vacinação contra a gripe de 23 de abril a 1 de junho

A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe (Influenza), começa nesta segunda-feira (23/04). Até o dia 1 de junho, idosos, gestantes, crianças de 6 meses a 4 anos, profissionais de saúde e pessoas com doenças crônicas (hipertensos, diabéticos) devem tomar a dose.

O dia “D” da vacinação será 12 de maio, quando todos os municípios realizam uma mobilização junto à população. A imunização vai assegurar proteção contra os três subtipos do vírus de maior incidência: H1N1, H3N2 e Influenza B.

O objetivo é atuar no período de maior propagação do vírus: na transição entre o outono e o inverno. A iniciativa será voltada principalmente para idosos, gestantes, crianças com idades entre seis meses e 5 anos, trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, puérperas (mulheres cujo parto ocorreu há até 45 dias) adolescentes e adultos privados de liberdade.

Compareça a um posto de saúde e saiba mais.

Cronograma da Campanha da GRIPE 2018.