Márcia Xavier Pereira Costa nasceu em 23 de Setembro de 1976, na cidade de Pontes e Lacerda no Estado de Mato Grosso, filha de Durval Xavier Pereira e Eneide Rodrigues Lessa, é casada e mãe de 03 filhos.

Filha de agricultores, mudou-se para Rondônia em 1986 após a família adquirir terras na região e em 1992 conheceu Campo Novo de Rondônia, ao visitar uma irmã que já morava no município e possuía uma loja de confecções.

“Logo me apaixonei pelo lugar simples, mas que possui algo especial e atrativo para alguém que sempre quis ser independente e criar uma carreira profissional”.

Com apenas 16 anos Marcia já possuía um escritório de contabilidade, onde aprendeu muito em relação aos comércios aqui existentes, e em 1995 ingressou no setor público como professora de séries iniciais pelo Município de Campo novo de Rondônia. Prestou seu primeiro concurso em 1997 e no ano de 2006 ficou na segunda colocação para Administradora Pública.

Com 03 filhos pequenos e com renda única para manter a família, conseguiu superar os obstáculos da vida e se formou como Administradora! Em 2010, após o concurso ter sido prorrogado, assumiu o cargo no qual permanece até hoje com 23 anos de serviços público prestado a população.

Em 2013 foi cedida a Secretaria de Agricultura para instituir programas essenciais para ativar a economia do município. Nesta atribuição pode desenvolver várias ações juntamente com equipes da secretaria, levando conhecimento e capacitações a agricultores através dos sistemas S, podendo causar certo estimulo aos produtores e comerciantes locais na tentativa de realizar o fomento na economia local.

“Em setembro de 2016 assumi a pasta de Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, sendo para mim um grande desafio, porem o grande aprendizado para meu crescimento profissional no setor público”, disse Marcia, “o município possui uma grande potencialidade de produção, porém não comporta a quantidade para comercialização local, sendo este um grande desafio para o poder público e para os produtores da região”.

“A fase de agricultura de produtos já passou, agora é a fase de agricultura de conhecimentos e são esses conhecimentos que devemos proporcionar aos agricultores para que juntos enfrentemos os obstáculos do futuro”, encerrou Márcia.

Texto: Thiago Laurencio – Assessor de Imprensa e Comunicação

Sem comentários.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Requerido(*).