Infelizmente, em meio a nossa comunidade, composta em quase sua totalidade por pessoas íntegras e de bons princípios, surgem as pessoas do mal para disseminar injúrias, calúnias e principalmente atacar a reputação de suas autoridades. A sociedade contemporânea tem sido a da geração de informações. A tecnologia, pela qual várias plataformas de mídia se utilizam para disseminar as informações, lamentavelmente, servem para prática do bem ou do mal. E hoje, repete-se uma fala que alguém proferiu no início do século passado, “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.” Mas quem tem capacidade plena de julgar, a ponto de definir quem é o honrado, quem é o honesto, quem é o justo? As pessoas são tentadas a acreditar no primeiro boato que se lhe diga. Não importa em confirmar primeiro se a notícia é verdadeira. Se foi mostrado em áudio ou vídeo, então o julgamento está feito, tudo fala por sí mesmo ou vale mais do que mil palavras, mesmo que os envolvidos possam contra argumentar para defender ou esclarecer os fatos narrados em questão. Assim tem sido as ações de alguns de nossos concidadãos ao se utilizarem dos grupos de nas redes sociais, para postar fotos de nudez de pessoas popularmente conhecidas, muitas vezes haqueadas do próprio computador da vítima, para conturbar ambiente familiar ou relacionamentos entre pessoas e ainda divulgar noticias para desfazer reputações em nome de uma falsa vontade de fazer o bem para o povo.

Neste final de semana, precisamente hoje, 25/07/2020, a partir das 10:45’ horas, uma postagem de um áudio em quatro grupos de WhatsApp, tenta, com todo o mal inserido naqueles que querem ver a reputação do prefeito ser totalmente submersa no oceano político, querem, se não bastasse atingir somente ao prefeito, comete o crime de atentar contra a Ordem e a Saúde Pública, na medida em que se propaga um propósito de uma pessoa influenciar para que aumente o número de pessoas de infectados no nosso município, atingindo os incautos com a potência de causar pânico na comunidade.

Não é de hoje que pessoas insensatas, maliciosas, de baixo caráter e uma volúpia incomum de ganância pelo poder (e nessa condição ocupar poderes da administração pública, sabe-se lá com qual intenção), veem atacando o Prefeito Municipal Oscimar Ferreira, e sua equipe de governo, para atrapalhar ações políticas que poderiam resultar em progresso e desenvolvimento para o nosso município.

A sociedade sofreu durante quase um ano pela impulsão de um grupo de politiqueiros que fizeram o Estado gastar uma fortuna para fazer parecer que em Campo Novo de Rondônia todos os comerciantes (que não são muitos) formavam, junto com o Prefeito, uma organização criminosa. O ambiente político criou descrédito junto aos fornecedores da prefeitura, pela inadimplência de pagamentos, por atrasos de vencimentos de servidores, pelo descontrole na manutenção do patrimônio público, e, principalmente, a classe política das outras esferas de governo, que são os intermediários nos investimentos patrocinados pelos órgãos governamentais.

O áudio divulgado foi totalmente manipulado de forma a fazer parecer que o Prefeito dava ordens para aumentar o potencial de risco de contaminação do nossa população. Na verdade, o Prefeito (na oportunidade, em isolamento social em função da contaminação de sua esposa), se dirigiu aos membros do Comitê do Enfrentamento e Combate a COVID-19 (composta por técnicos capacitados e comprometidos, sob juramento, com o salvamento de vidas) e ao Secretário de Saúde, para que aumentasse o número de pessoas que compõem a equipe de combate ao coronavírus, visto que, naquele momento, havia disparado o número de infectados na nossa cidade. Existe um grupo de WhatsApp em que estão presentes os membros do Comitê de Enfrentamento à Pandemia, o Prefeito Oscimar Ferreira, o Secretário de Saúde, e três vereadores que fazem parte da Comissão de Saúde da Câmara, que participam das reuniões do comitê, por recomendação do Ministério Público Estadual.

Naqueles dias, havia acontecido um Teste Seletivo visando contratar médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem para compor a equipe que estava sendo desfalcada de servidores em função de infecções pelo vírus, suspeita de contágio ou com parentes contaminados.

Quando se elaborou um Plano de Ação para o combate e enfrentamento ao COVID-19, a estratégia que prevaleceu foi a que fizesse um monitoramento diário naquelas pessoas passíveis de contaminação, conforme orientação do Ministério da Saúde.

O Prefeito Municipal firmou Termo de Pactuação com municípios da região de Buritis que concentra o maior número de pessoas em circulação, para que aquele município pudesse atender, principalmente, as comunidades de Três Coqueiros, Rio Branco e Vila União.

Outras medidas foram tomadas pelo Poder Executivo Municipal para contenção da disseminação do vírus, que teve em estabilidade até o final de maio, quando descobriu-se uma família que teve vários membros contagiados e desta forma, havia necessidade de mudança na estratégia de combate.

Se observarem a planilha que é divulgada diariamente no Portal de Transparência da Prefeitura Municipal, os números de infectados tem se estabilizado; o número de curados pela equipe é um sucesso, pelo esforço desmedido pelos funcionários do Município, que nesta hora estão a disposição da Secretaria Municipal de Saúde para fazer corajosamente o trabalho de enfrentamento à crise que se instalou em nosso país.

Quanto aos valores de recursos públicos que temos recebido das outras esferas de governo e muitas vezes divulgadas por deputados, antes mesmo do depósito em conta corrente do Fundo Municipal de Saúde, são publicados diariamente no Portal de Transparência da Prefeitura Municipal e ficam a disposição de todos os órgãos de controle e fiscalização e de qualquer cidadão, sendo lá a fonte de informações sobre as ações executadas. Não precisam compartilhar mentiras que comadres e compadres, talvez por necessidade ou insuficiência de quociente intelectual, propagam inconsequentemente, ou talvez submetidas a fazer pelo mando de seu pagador que são, invariavelmente, covardes que se escondem sob o manto da ignorância cultural de leitura e interpretação de texto, que na verdade são lobos escondidos sob a pele de cordeiro.

Por fim, o áudio que contém as verdadeiras palavras ditas pelo Senhor Prefeito Municipal estão a disposição da população para conferir o teor e o objetivo para a prática do bem, através de ações que levem confiança a nossa população nos nossos serviços e na vontade de ver que todos possam sair dessa pandemia sem apresentar sequelas, evitar contágio e desemprego, e que ao final, os recursos que ainda dispusermos para a COVID-19 possam ser devolvidos para beneficiar outros irmãos brasileiros.

Assessoria de Comunicação e Divulgação

Prefeitura Municipal de Campo Novo de Rondônia 

Sem comentários.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Requerido(*).