O produtor rural camponovense Sergio Antônio Brás recebeu o premio de melhor café da região do Vale do Jamari. A premiação foi entregue durante a 5ª edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé Rondônia), na ultima sexta-feira, dia 6.

O café premiado é fruto do Programa de Implantação de Unidades Demonstrativas de Café Clonal implantado em 2017 pela Prefeitura Municipal de Campo Novo de Rondônia e que beneficiou 13 famílias de agricultores com um total de 50 mil mudas além da assessoria necessária.

Unidades Demonstrativas

Morador do Sitio Boa Vista, Linha Altamira, Sergio recebeu 2500 mudas de café clonal em 2017 como parte do Programa de Implantação de Unidades Demonstrativas de Café Clonal. Esse programa foi criado e administrado pela Prefeitura de Campo Novo, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo (SEAMAT), com a intenção de fomentar a agricultura familiar, com ênfase na lavoura de café clonal.

Na época, foram 50 mil mudas de café clonal adquiridos pela Prefeitura e distribuídas para 13 famílias de agricultores que se cadastraram como interessados após o chamamento realizado.

Além das mudas, a SEAMAT ainda ofereceu aos beneficiados o acompanhamento técnico necessário para garantir o sucesso da lavoura. Para isso foi contratado um engenheiro agrônomo que cuidou desde a seleção das mudas até o plantio e podas. Também foi ofertada a preparação do solo através de calagem fornecida através do Programa Mais Calcário do Governo do Estado de Rondônia.

“Esse prêmio tem uma importância gigantesca para a SEAMAT, mesmo não sendo uma premiação direta a Secretaria, nos sentimos premiados por saber que estamos envolvidos no sucesso desse produtor”, explicou Marcia Xavier, “eu particularmente fiquei eufórica quando soube que o Sr Sergio recebeu essa premiação, pois sei do trabalho desenvolvido pela SEAMAT para garantir o sucesso da lavoura”.

Ao participar do projeto, os agricultores beneficiados assinaram um contrato com a Prefeitura se comprometendo a “devolver” para a Secretaria a quantidade de mudas que recebeu e, dessa forma, garantir a continuidade do programa através da seleção de novos agricultores para serem beneficiados com as novas mudas de café clonal.

O Programa Unidade Demonstrativa de Café Clonal de Campo Novo conta com assistência técnica fornecida pela EMATER/RO durante seu ciclo.

CONCAFÉ 2020

O CONCAFÉ objetiva identificar, premiar e promover os cafés robustas de qualidade, produzidos com sustentabilidade em Rondônia. É uma realização do Governo do Estado de Rondônia, coordenado pela SEAGRI, EMATER, IDARON e com apoio da Câmara Setorial do Café, CAFERON, EMBRAPA, MAPA, SEBRAE, FAPERON E SENAR.

Este ano, o Concafé premiou cafeicultores na modalidade “Qualidade de Bebida” onde o 1º lugar recebeu um trator cafeeiro, no valor superior a R$ 140 mil. Para o 2º lugar R$ 30 mil em dinheiro e crédito; 3º lugar R$ 15 mil em crédito e 4º lugar R$ 10 mil em crédito. Além de uma secadora de café, no valor de R$ 98 mil para o cafeicultor ganhador na modalidade “Sustentabilidade”.

Da região de Rolim de Moura, mais precisamente do município de Novo Horizonte do Oeste, vem a grande campeã do Concafé deste ano. A cafeicultora Luciana Franklin, que estava ao lado do esposo Valdecir Franklin e da filha Thais Franklin, acreditou e buscou fortalecer a qualidade do café e alavancar a produção. “Estou explodindo de muita emoção. Estamos todos felizes por conquistar esse sonho e nos tornarmos campeões do melhor café de Rondônia este ano. Esse incentivo do Governo é importante para todos os cafeicultores”, disse Luciana.

Conheça um pouco dos destaques da edição 2020 do Concafé:

SUSTENTABILIDADE

Prêmio – secadora de café

Ronaldo da Silva Bento

A família campeã da categoria Sustentabilidade do Concafé é extremamente dedicada e caprichosa. A propriedade campeã da categoria sustentabilidade atingiu 39 de um total de 40 pontos. É uma família dedicada que trabalha unida e com esforço.

QUALIDADE DE BEBIDA 

1° Lugar: trator cafeeiro

Luciana Franklin

O melhor café de 2020 teve a pontuação recorde de 90,42 pontos, sendo um café delicado, completo, com aroma floral de jasmim, doce como mel de cana, com sabor de uva.

2°Lugar: premiação de R$ 30 mil

Maria Aparecida Cantuário

O segundo melhor café de Rondônia apresentou uma nota de 90,08 pontos. Considerado explosivo, exótico com notas de hortelã, jasmim, sabor de pêssego e acidez brilhante.

3° Lugar: premiação de R$ 15 mil

Tawãn Aruá

O terceiro colocado do Concafé 2020 é cheio de significados para Rondônia. Ele representa uma cultura, uma etnia apresentando um café. O terceiro melhor café de Rondônia tem uma história muito especial. Com 88,08 pontos café floral, com sabor vinhoso, com toques de jabuticaba, maracujá, carambola e acidez brilhante.

4° Lugar: premiação de R$ 10 mil

Lourenço Marques

O quarto colocado do Concafé 2020 obteve pontuação de 87,92 pontos. Um café refrescante, com cheiro de jasmim, sabor de cacau e mamão. Pela primeira vez entre os premiados.

Com informações de rondonia.gov.br

Assessoria de Comunicação e Divulgação

Prefeitura Municipal de Campo Novo de Rondônia

Sem comentários.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Requerido(*).