Produtividade: SEMOSP divulga relatório dos serviços realizados durante a semana

Durante a semana compreendida entre os dias 29/04 e 02/05 foram executados serviços de manutenção da rede de iluminação pública na área urbana de Campo Novo de Rondônia.

A ação foi possível graças a uma parceria entre as Prefeituras de Campo Novo e Monte Negro, onde Campo Novo emprestou ao Munícipio vizinho um caminhão munck para que a SEMOSP de Monte Negro realizasse a manutenção da sua rede de iluminação publica e, em contrapartida, Monte Negro cedeu um eletricista para realizar os serviços em Campo Novo.

Aproximadamente 35 pontos de iluminação publica foram recuperados durante o período citado acima.

Zona Rural

Enquanto isso, as obras na Zona Rural continuam a todo vapor.

No dia 23 de abril foi realizada a conclusão da construção de uma ponte e manutenção em atoleiros na linha 03, sentido Rio Jaci.

Já no dia 29, foi concluída a restauração de 3 pontes e aterro de valas na Linha C6 e o aterro de uma vala, criada pelo volume de chuvas, no morro da Linha C10.

Para o Vice Prefeito de Campo Novo, Adeilson Correia, que esteve vistoriando as obras na região, “por mais simples que pareçam, as ações são de muita importância para os moradores locais que sofrem diariamente para se locomover ou escoar suas produções”.

“Agradecemos ao ex-vereador Cutia e seu irmão Baiano Cotó por terem doado o cascalho e a madeira da ponte e ao Hélio, que doou a para o aterro”, disse Adeilson, “assim como os servidores Fulero, Alex, Ivan e Ronaldo pela dedicação e agilidade na execução dos serviços”.

ASCOM – Prefeitura de Campo Novo de Rondônia

Com recursos próprios, SEMOSP inicia Operação Tapa Buraco na Avenida Tancredo Neves

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos iniciou nessa segunda-feira, dia 3 de maio, os serviços da Operação Tapa Buraco na Avenida Tancredo Neves, centro de Campo Novo de Rondônia.

As obras estão sendo realizadas pelos servidores do Departamento de Serviços Públicos com massa asfáltica que já estava em estoque na SEMOSP.

“Estávamos aguardo o inicio da seca para começarmos as obras de recuperação da pavimentação, pois, como todo mundo sabe, fazer tapa buraco na chuvarada é estragar massa”, explicou a Secretária da pasta, Adriana Siqueira, “Infelizmente a matéria prima a nossa disposição em estoque, 4.500 quilos, possivelmente não será suficiente para recuperar nem a Avenida Tancredo Neves em sua totalidade, mas, já enviamos um ofício ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) pedindo a cedência de 30m³ de Massa Asfáltica do tipo CBUQ”.

Sendo atendido o pedido, a quantidade de massa asfáltica a disposição será suficiente para estender a operação tapa buraco às demais ruas e avenidas pavimentadas da área urbana.

A Massa Asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado a Quente Ativado (CBUQ) é a mais comum em obras de pavimentação em todo o Brasil.

ASCOM – Prefeitura de Campo Novo de Rondônia

Em reunião, Deputada Silvia Cristina destina respirador para Campo Novo de Rondônia

O Prefeito de Campo Novo de Rondônia, Alexandre do Fortaleza, este cumprindo agenda na capital do Estado, Porto Velho, durante a ultima sexta-feira, dia 30 de abril.

Na oportunidade, Alexandre esteve reunido com o Secretário de Estado de Saúde, Fernando Máximo, e com a Deputada Federal Silvia Cristina apresentando as demandas da área da saúde de Campo Novo de Rondônia, principalmente em relação a logística de recebimento de pacientes com Covid-19 pelo Hospital Regional de Buritis, entidade mantida pela Secretaria de Estado de Saúde(SESAU) do Estado de Rondônia.

Atualmente, o Hospital tem recebido pacientes regulados de Campo Novo, pacientes esses com casos confirmados para o Covid-19, mas quando há a necessidade de transporte para outro município como Ariquemes ou Porto Velho, eles exigem que providenciemos equipe e ambulância.

Ao final da reunião, o Secretário se disponibilizou a fornecer um aparelho respirador mecânico de transporte de emergência, oficializado através de emenda da Deputada Silvia Cristina.

A reunião contou com a presença do Vice Prefeito, Adeilson Correia, e do Gerente da Unidade Hospitalar (Hospital de Pequeno Porte-HPP) de Campo Novo de Rondônia, Vilsom Gonçalves Leal.

ASCOM – Prefeitura de Campo Novo de Rondônia

Infraestrutura: SEMOSP realiza instalação de Tubo Armco na BR 421

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos de Campo Novo de Rondônia realizou, durante essa segunda-feira, dia 3, a instalação de Tubo Armco na BR 421, a aproximadamente 5 KM, sentido ao Distrito 3 Coqueiros.

O local, em frente a fazenda do Bebeto, estava causando grandes transtornos aos usuários da via, pois o bueiro antigo, feito com manilhas de cimento, tinha sido levado na ultima chuva.

“Vimos a necessidade de colocar esse bueiro na 421, uma rodovia estadual, pois o local estava intransitável e a BR 421 é de extrema importância para o transito de cargas e pessoas de praticamente todo Campo novo”, disse o Prefeito de Campo Novo, Alexandre do Fortaleza.

O local estava tão instável que cedeu a força da enxurrada quando teve uma pequena parte do aterro retirado para escoar a agua acumulada no meio da estrada. A força da agua carregou o restante do aterro e até mesmo algumas manilhas que eram utilizadas no bueiro.

ASCOM – Prefeitura de Campo Novo de Rondônia

ATENÇÃO! SEMUSA realizará triagem de pacientes com comorbidades para 3ª Fase da Vacinação contra Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) comunica a população RESIDENTE NAS ÁREAS URBANA E RURAL DA SEDE ADMINISTRATIVA de Campo Novo de Rondônia que estará realizando a triagem de PACIENTES COM COMORBIDADES para o inicio da 3ª Fase da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19.

Para realizar a triagem o paciente precisa comparecer ao BARRACÃO DA FEIRA MUNICIPAL, portando documento pessoal com foto, cartão do SUS e DOCUMENTO QUE COMPROVE A CONDIÇÃO DE SAÚDE (EX: Exames, receitas, relatório/laudo médico), em um dos seguintes dias:

  • 6 de maio: das 8h ás 11h ou das 14h as 16h;
  • 7 de maio: das 8h as 13h;

Podem passar pela triagem os pacientes que se encaixam em um dos grupos e faixas etárias abaixo:

  • Síndrome de Down: trissomia do cromossomo 21, ACIMA DOS 18 ANOS;
  • Doença renal crônica: Doença renal crônica em diálise, ACIMA DOS 18 ANOS;
  • Gestantes e puérperas com comorbidades, ACIMA DOS 18 ANOS;
  • Portadores de deficiências permanentes, de 55 a 59 anos;
  • Portadores de comorbidades, de 55 a 59 anos;

ERRATA! EM UMA IMAGEM DIVULGADA ANTERIORMENTE A SEMUSA DECLARA QUE A VACINA ESTARÁ DISPONÍVEL PARA PORTADORES DA SÍNDROME DE DOWN DE TODAS AS IDADES, SENDO ESSA INFORMAÇÃO ALTERADA PELO PLANO NACIONAL DE VACINAÇÃO QUE TORNOU A VACINA DA COVID-19 DISPONÍVEL APENAS PARA INDIVÍDUOS COM IDADE ACIMA DE 18 ANOS COMPLETOS.

Confira quais as COMORBIDADES eletivas para a vacinação:

  • DIABETE MELITUS: Qualquer indivíduo com diabetes;
  • Pneumopatias crônicas graves: Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática);
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR): Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada, adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti-hipertensivos;
  • Hipertensão arterial estágio 3: PA sistólica maior ou igual a 180mmHg e/ou diastólica maior ou igual a 110mmHg independente  da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade;
  • Hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade: PA sistólica entre 140 e 179 mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109 mmHg na presença de lesão órgão-alvo e ou comorbidade;
  • Insuficiência cardíaca: IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada, em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association;
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar: Cor-pumonale crônico, hipertensão pulmonar primaria ou secundária;
  • Cardiopatia hipertensiva: hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo;
  • Síndromes coronarianas crônicas: Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós-infarto agudo do miocárdio, outras).
  • Valvopatias: Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico. Ex: estenoses ou insuficiências aórtica, mitral, pulmonar, tricúspide e outras;
  • Miocardiopatias e pericardiopatias: Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos, pericardite crônica , cardiopatia reumática;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas: aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos;
  • Arritmias cardíacas com importância clinica e/ou cardiopatia associada: fibrilação e flutter atriais e/ou outras;
  • Cardiopatias congênitas no adulto: Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas, insuficiência cardíaca, arritmias, comprometimento miocárdico;
  • Próteses valvares e/ou dispositivos cardíacos implantados: Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas, e/ou dispositivos cardíacos implantados, Ex.: marca-passo, cárdio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência.
  • Doença cerebrovascular: Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico, ataque isquêmico transitório ou demência vascular;
  • Doença renal crônica: Doença renal crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular menor que 60ml/min/1,73m²) e/ou síndrome nefrótica;
  • Imunossuprimidos: Indivíduos transplantados  de órgão sólido ou de medula óssea, pessoas vivendo com HIV e CD4 menor que 350 células/mm³, doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente maior que 10mg/dia, demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias, pacientes oncológicos que realizaram tratamento  quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses, neoplasias hematológicas;
  • Anemia falciforme;
  • Obesidade mórbida: Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40.
  • Cirrose hepática: Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C;

Nota de Repúdio sobre acusações relacionadas ao Processo Seletivo da SEMUSA

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Assessoria de Imprensa e Comunicação, vem a publico esclarecer que foram seguidos todos os critérios estabelecidos no Edital 002/2021 do PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS NA SAÚDE para a classificação preliminar dos candidatos inscritos e que o referido Edital foi devidamente encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, como exigido pela Lei.

Todas as etapas do processo seletivo foram realizadas dentro da legalidade e a desclassificação da grande maioria dos inscritos ocorreu por falta de documentação EXIGIDA no Item 3.1 do EDITAL 002/2021.

No mesmo Edital, o Item 3.2 esclarece que “Não será aceito inscrição de candidatos com documentação incompleta, ou seja, a constante no item 3.1 deste Edital, mesmo que se comprometa a complementá-la em data posterior”. Além disso, nem todos os candidatos inscritos encaminharam documentos válidos para a contagem de pontos, segundo o Edital que se submeteram ao realizar a inscrição no referido Processo.

A SEMUSA esclarece que a Comissão Avaliadora do Processo Seletivo seguiu regiamente o constante no Edital e que um dos princípios da administração pública é a IMPESSOALIDADE, sobre tudo que não há fundamento legal para dar precedência a um candidato, em detrimento a outro, por questões de residência.

Por fim, a SEMUSA reitera que o prazo para INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS SOBRE O RESULTADO PARCIAL DO PROCESSO SELETIVO SE ENCERRA NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 03 DE MAIO, e que todos os pedidos protocolados serão analisados.

Isso posto, a Prefeitura de Campo Novo de Rondônia reafirma seu compromisso com a verdade e a transparência. Todos os documentos desse Processo Seletivo podem ser analisados pelos Vereadores ou partes requerentes e esta Administração se encontra pronta para prestar qualquer esclarecimento oficial, desde que haja real motivo para tal ato e seja feito de acordo com a Lei.

ASCOM – Prefeitura de Campo Novo de Rondônia

RESULTADO PARCIAL PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS NA SAÚDE – EDITAL 002/2021

A Prefeitura de campo novo de Rondônia, através da Secretaria Municipal de Saúde, torna publico o “RESULTADO PARCIAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS NA SAÚDE – EDITAL 002/2021”.

O prazo para RECURSO vai até dia 03  DE MAIO DE 2021. Confira o resultado abaixo: